marcas

6 dicas para criar um logo de impacto para sua empresa

Conhecer bem o público alvo e a concorrência é fundamental para desenvolver uma marca de sucesso

A maçã da Apple, o passarinho do Twitter, o “m” do McDonalds. Marcas de sucesso são reconhecidas às distancia por seus logos. Confira, a seguir, dicas de Gustavo Motta, designer e CEO do site de criação colaborativa de logotipos WeDoLogos, para criar um logo de impacto para o seu negócio:

1. Conheça bem seu negócio

Segundo Motta, o autoconhecimento é a chave para criar um logo de sucesso para uma empresa. O empreendedor deve ter claro quais são seus diferenciais e como ele quer se apresentar ao mercado para que isso possa ser traduzido na sua marca. “Na fase inicial do negócio, é comum o empreendedor ficar muito focado no produto e esquecer-se de olhar o mercado. Por isso, ele acaba não tendo uma visão muito clara de quem é a sua empresa”, destaca o especialista.

2. Entenda o seu público

Para poder transmitir a imagem mais adequada do seu negócio, o empreendedor deve saber quem é o seu cliente e o que ele quer. “A maioria dos briefings colocados no nosso site define o público alvo como ‘todos os clientes’. É impossível agradar ‘todos os clientes’ ao mesmo tempo”, aponta Motta. Conhecer bem o cliente significa saber quais são os seus hábitos, o que ele consome e o que ele almeja. “Definir seu público simplesmente como ‘classe A’ ou ´classe C´ é muito vago. Tente ir mais fundo. ‘Jovens de classe A, descolados, que gostam de ir à praia e viajar’ é uma definição mais útil”, explica o designer.

3. Analise a concorrência

Entender como os concorrentes estão se apresentando também é fundamental para decidir como posicionar-se em relação a eles. “É preciso entender qual é a tendência para pode segui-la ou mesmo ir de encontro a ela”, justifica Motta.

4. Mostre a sua personalidade

A marca deve refletir a personalidade do seu negócio. Você quer vender uma imagem forte ou delicada? Feminina ou masculina? Clássica ou moderna? Estes atributos farão com que o público se identifique (ou não) com o seu negócio. “Para um escritório especializado em direito tributário, por exemplo, uma fonte mais séria é importante para passar credibilidade”, ilustra o especialista.

5. Fique atento às cores

As cores do logo também são importantes aliadas para associar ideias à sua marca, por isso não as escolha ao acaso. “Amarelo remete a juventude, verde a crescimento, azul seriedade”, exemplifica Motta. Ele ressalta, contudo, que essas interpretações variam conforme o contexto cultural.

6. Fuja dos modismos

Observar as tendências é importante, mas evite moldar seu logo apenas de acordo com a onda do momento. “Um tempo atrás, o arco estava em todas as marcas possíveis. Com a web 2.0, brilho, volume e um retângulo arredondado em volta do logo viraram moda”, aponta Motta. Quem adere aos modismos, corre o risco de ficar com uma marca parada no tempo. “Isso pode acarretar custos no futuro para remodelar tudo”, adverte o especialista.

Fonte: Revista Exame por Daniela Moreira

Posted in Sem categoria.